segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

domingo, 11 de dezembro de 2011

Receita: Queijo coalho com melaço


Codo Meletti

Ingredientes
1 queijo coalho de 200 g
Melaço de cana-de-açúcar a gosto

Preparo
Corte o queijo coalho em cubos e frite-os em uma frigideira antiaderente para grelhar. Espete os cubinhos em palitos e sirva com o melaço quente. Para montar, coloque o melaço no fundo do pote e, junto, os palitinhos com o queijo.

Rendimento: 6 pessoas.


 FONTE: CASA E JARDIM

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Suportamos Muitas Coisas - Força Espiritual



como é importante o progresso pessoal em nossas vidas .. naum por quantidade de metas mais o que nos tornamos... aprendi muito tanto como lider como moça da OM..

O segredo do sucesso de Diego Brandão

 

A fé em Deus e a base religiosa tem se tornado uma regra geral entre a maioria dos lutadores de MMA brasileiros. Diego Brandão não é uma exceção e mostrou isso na ultima entrevista postluta do TUF 14 Finale.

Como toda a grana que ele ganhou não falou em comprar um carrão, gastar em luxo e todo mais. Só falava em comprar uma casa para sua mãe, em tirar ela de trabalhar limpando casas, em ajudar as crianças da sua cidade, em ajudar a fazer um Natal digno para essas crianças... Enfim, tomara que continue ganhando mais prémios no UFC, essas atitudes merecem.

Ai no minuto 4:05 do vídeo ele responde a pergunta:

"De onde vem toda essa confiança em você?"

Ele responde mostrando O livro de Mórmon, um do livros pilares da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e da Comunidade de Cristo junto com a Bíblia, a Doutrina e Convênios e a Pérola de Grande Valor.




Eu fiz a minha promessa quando eu cheguei a casa (do reality show). Agora eu quero gastar US$ 15 mil com as crianças do Brasil que têm câncer e com os hospitais. Vou lá visitar os hospitais. Eu vou fazer um Natal melhor no Brasil para as crianças este ano, porque eu não tive um Natal feliz desde que meu pai faleceu. Quero fazê-las rirem um pouco - disse ao site especializado "MMA Junkie".
Diego "Ceará", como é conhecido, saiu de Manaus e se mudou para a cidade de Albuquerque em 2008. Lá, ele se instalou na casa de um patrocinador junto de outros lutadores, como Donald Cerrone e Leonard Garcia, na esperança de seguir uma vida no MMA. A chance veio no TUF, e o brasileiro soube aproveitá-la da melhor maneira possível.
- A missão acabou. Eu estava em guerra aqui nos Estados Unidos. Por três anos eu não vi a minha família. Aprendi a falar Inglês. É muito difícil, eu vim sem saber. Eu nunca fui para a escola quando eu era mais novo. Tentei trabalhar duro para a minha família sobreviver.
Assim como fez após conquistar a vitória sobre Dennis Bermudez, que lhe valeu o título do TUF e a assinatura de um contrato com o UFC, Brandão afirmou que seu principal objetivo é dar uma casa para a mãe, que trabalha como empregada doméstica em Manaus. Ele pretende dar uma vida melhor à família, que passa por dificuldades principalmente depois do falecimento de seu pai:
  Agora, se ela quiser pode vir para os EUA. Se ela quer viver no Brasil, ela pode viver no Brasil.
Após o duelo decisivo, Brandão fez questão de lembrar a promessa que havia feito a seu pai, que morreu antes de vê-lo triunfar no mundo da luta:
- Quando caí, sabia que ele ia me dar socos, mas consegui usar o armbar. Só quero dizer obrigado. Meu pai está olhando por mim agora. Vou poder comprar a casa da minha mãe em Manaus. Eu te amo mãe. Vou comprar sua casa quando chegar
Curiosamente, não é só o poder dos punhos que Diego e Tyson partilham, mas a história de vida sofrida antes da carreira de lutador. Nascido no Ceará, ele acompanhou o pai, mestre de obras, em uma mudança para Manaus, em 1999.
“Sempre trabalhei para ajudar. Eu metia a mão no concreto mesmo, carregava cimento. Acho que é por isso que tenho a mão pesada”, brinca ele. Mas tudo mudou com a morte do pai, aos 14 anos.
Diego era um garoto briguento. Baixinho - hoje tem 1,70 m - ele gostava de jogar futebol em Manaus, mas tudo acabava em brigas, enfrentando ao mesmo tempo até três marmanjos que queriam lhe “tirar o couro”. Sem o pai, no entanto, ele acabou influenciado por más companhias e se envolveu com drogas.
“Era vida louca, né? Não podia morrer de fome. Foi um coisa que entrou na minha cabeça quando meu pai morreu e passei dois anos nessa vida louca, andando com pessoas que não era para andar”, conta ele, que diz se emocionar sempre que fala do pai e lembra ter superado tudo isso em busca do sonho de se tornar lutador. “Eu pensei ‘vou sair dessa vida, não sou doido, não'. E procurei o esporte.”
A principal virada para o cearense foi com a ida aos Estados Unidos. Ele começou a carreira no MMA ainda em Manaus, e deixou o Brasil com um cartel de seis vitórias e três derrotas. Um amigo na capital amazonense abriu uma academia no Texas, e convidou Diego para ajudá-lo nos treinos.

Depois de um tempo com ele, partiu com apenas três dólares no bolso para uma academia mais famosa, de Greg Jackson, onde se estabeleceu até ter a chance no TUF.
“Entrei no MMA para mudar minha vida”
A final do TUF, neste sábado, é a segunda com uma presença brasileira, depois que Vinny Pezão foi derrotado na decisão da oitava temporada. Para Diego, é o momento de conquistar o que ele tanto queria com sua ida aos Estados Unidos.
“Estou muito feliz com esta oportunidade. Eu vim para mudar a vida da minha família, e vou provar que sou capaz de fazer o melhor para eles. Deus tem planos para todo mundo, rezei muito e estou aqui”, disse ele, que totaliza em sua carreira 13 vitórias e sete derrotas antes da série devastadora no The Ultimate Fighter.
Mesmo com as vitórias fulminantes, a confiança em alta e os elogios de Dana White, Diego mantém os pés no chão. “Esses elogios nem entram na minha cabeça. O Dana sempre elogia os brasileiros, e fico feliz. É só uma motivação para treinar forte. Vou ganhar este contrato e esperar a ligação dele para minhas próximas lutas”, completou o peso pena, que já planeja passar o Natal no Brasil com a família e montar um projeto para ajudar crianças que, como ele, podem usar o MMA para desviar do caminho das drogas e do crime.

 fonte:http://www.lutamma.com/Videos-de-MMA/O-segredo-do-sucesso-de-Diego-Brandao-505/
fonte: http://sportv.globo.com/site/eventos/combate/noticia/2011/12/diego-brandao-diz-que-doara-parte-de-premio-do-tuf-criancas-com-cancer.html#esporte-mma