segunda-feira, 26 de março de 2012

caixotes de madeira na decoração



1. Feitos de madeira de baixa qualidade, os caixotes precisam ser escolhidos com atenção. Prefira sempre os modelos mais novos, firmes e de tons claros.

2. Caso seu projeto demande várias unidades, como por exemplo uma estante, procure comprar todas no mesmo lugar. Maiores são as chances de o conjunto ficar estável.

3. Prefira as caixas que transportaram laranjas. São mais fortes e aguentam peso.

4. Por ser rústica, a madeira costuma ter farpas. Para removê-las, lixe toda a superfície, incluindo os vãos entre as ripas. Com a lixadeira elétrica o trabalho fica mais fácil.


5. Ainda que se saiba da procedência das caixas, antes de pintá-las passe um produto anticupim, à venda em lojas de material de construção.

6. Entre pintar os caixotes com tinta spray ou látex, prefira a segunda opção, passada com rolo de pintura. Duas demãos são suficientes.

7. Revestir a madeira com tecido é uma boa ideia. Use cola branca, espalhando-a com um pincel largo ou rolo. Lembre-se de que a versão com tecido não poderá ficar em áreas externas.

8. Se você pretende parafusar o caixote na parede, atenção na hora de furar: por ser relativamente frágil, a madeira da base pode rachar.


9. Ao colocar rodízios, prefira os modelos de encaixar (e não de furar), encontrados em casas de ferragens.

10. Caixotes dão graça e estilo ao ambiente, mas são soluções temporárias. Quando utilizados em funções mais leves – cachepô, caixa de brinquedos, revisteiro – eles duram mais tempo.


fonte :CASA E JARDIM